Eu me vejo de cabelos brancos,sentadinha em uma cadeira em movimento vem-e-vai e sobretudo,escrevendo.


(Ana Stefana Lisboa)

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Depois que a festa da carne passar..

Há quem diga que o ano só começa depois do carnaval : As férias acabam,os foliões e beberrões parecem aquietar-se em busca de um casulo chamado - amor - e eu realmente gosto de ver aquela pracinha cheia de amores sentados pelos bancos,eu realmente gosto de ver a massa destribuindo amores por todos os lados.Então eu só espero que esse carnaval passe da forma mais rápida possível.Eu quero que realmente o ano recomece e que o verão passe carregando consigo esse amor amontoado de intrigas.Que venha as noites frias,o inverno,as boas amizades e os sonhos realizados.Que esse meu coraçãozinho aqui,respire e conte de 1 até 10 e viva.Não se aquietes,meu bem,tu és muito novo para acorrentar-se,aprisionar-se,isolar-se,entristecer-se,-se,-se.Não se mate.Não se aventure em beiras de estradas.Não se jogue em precipícios.Não se esconda em abrigos sombrios.O carnaval já vai passar,então não desista de amar.Depois que a festa da carne passar,eu te prometo que a maré irá baixar e que aquele ventinho cearense Acarati que passa todos os finais de tardes.. vai dar um alô para a nossa tranquilidade.

Um comentário:

  1. Muito bom o texto, Stefana! Expressa uma verdade incontestável!

    ResponderExcluir

Venha quando quiser: - Tem espaço na casa e no coração -(Caio Fernando Abreu)